13 3877-7855 / 11 5054-0401 / Whatsapp: 013 99755 3993

Existem diversas intervenções aprovadas para o tratamento de distúrbios da articulação temporomandibular (DTM). Dentre elas, é preconizado que intervenções simples e menos invasivas sejam as primeiras escolhas, sempre que possível. Neste sentido, as infiltrações com corticoesteroides e hialuronato de sódio estão sendo cada vez mais utilizadas e aparecem como alternativas de tratamento capazes de reduzir a dor e melhorar a funcionalidade da articulação, sendo menos invasivas quando comparadas, por exemplo, a tratamentos cirúrgicos.

Muitas pessoas, no entanto, apresentam diversas dúvidas e receios quanto a essa linha de tratamento. Pensando nisso, elaboramos esse artigo para que você possa saber tudo sobre o procedimento, suas indicações e resultados.

O que são hialuronato de sódio e corticosteroides? Qual a diferença entre eles?

Hialuronato de sódio

A articulação temporomandibular contém, dentre outros componentes, um material viscoso chamado de líquido sinovial, essencial para a movimentação e deslizamento da articulação, bem como para a redução do atrito na mesma. É sabido que, em diversas alteração inflamatórias ou degenerativas da ATM, há alteração dos componentes deste líquido, o que altera sua funcionalidade nas articulações. Assim, o líquido sinovial deixa de desempenhar seu papel corretamente, podendo causar dor, estalido e até mesmo limitação na amplitude de movimento.

O hialuronato de sódio é um componente importante deste líquido que é responsável pela lubrificação da articulação. Sua injeção, portanto, aumenta a motilidade articular, melhora a circulação do líquido e determina um alívio da dor, diminuição da inflamação e maior funcionalidade.

Corticosteroides

No que concerne aos corticosteroides, você provavelmente já ouviu falar de seu sinônimo “corticoide” e pode até mesmo já ter feito uso dessas medicações em outras situações, sem ligação com sua alteração na ATM. Isso acontece porque os corticosteroides são substâncias com excelente ação anti-inflamatória, podendo ser usados para o controle de diversas doenças. Desde que surgiram, no entanto, são as substâncias mais utilizadas nos tratamentos não invasivos de ATM com infiltração intra-articular. Eles diminuem as substâncias inflamatórias presentes na articulação e, assim, melhoram significativamente a dor e a movimentação articular.

Quando são indicados os procedimentos de infiltração nas articulações?

Não existe hoje uma única indicação precisa para a infiltração de hialuronato de sódio (viscossuplementação). No entanto, é consenso que ele seja usado em casos de distúrbios sintomáticos da ATM, com limitação da amplitude de movimento, tendo em vista o resultado de diversos estudos científicos que demonstram seu benefício de uso nas situações descritas quando o paciente não é capaz de controlar a dor somente com medicamentos orais.

Juntamente com os corticosteroides, sua infiltração é prescrita como uma alternativa aos procedimentos cirúrgicos, sendo uma opção dos tratamentos não invasivos para ATM. As infiltrações são capazes de melhorar os sinais e sintomas da disfunção da ATM de uma maneira mais rápida e efetiva que anti-inflamatórios comuns, na maioria dos casos.

O que devo esperar após a infiltração na ATM?

Este tipo de tratamento prevê injeções semanais durante 3-5 semanas. Após as primeiras aplicações, as infiltrações já são capazes de reduzir a dor, melhorar movimentação mandibular, diminuir crepitações, estalidos e até mesmo os “travamentos”, dependendo do caso.

Os efeitos benéficos das infiltrações intra-articulares já são conhecidos e tem sido cada vez mais explorados. No entanto, como todo medicamento ou tratamento, elas também apresentam contraindicações e efeitos adversos que devem ser avaliados e pesados por um especialista qualificado e preparado para atender corretamente, respeitando a individualidade de cada paciente.

Agende uma consulta com os profissionais da Oral Face Care para uma avaliação adequada do seu caso.