13 3877-7855 / 11 5054-0401 / Whatsapp: 013 99755 3993

Você já esteve em uma situação em que, comendo em silêncio, todos na mesa de jantar conseguiram ouvir sua mandíbula estalando? Esses estalos começam a causar incômodos, desconfortos e até mesmo dor?

Você se pergunta porque a mandíbula estala tanto, mesmo nas situações comuns do dia a dia? Isso pode ser o sinal de uma disfunção da ATM.

No post de hoje, vamos falar um pouco mais sobre disfunções da ATM para entender porque a mandíbula estala e como você pode evitar esse tipo de situação. Confira!

O que é ATM?

ATM, ou articulação temporomandibular, é o nome dado à estrutura que liga a mandíbula ao crânio. Quando sua mandíbula estala com frequência, isso pode ser um sinal de que há um dano nessa estrutura – mais especificamente, no disco articular ou nos ligamentos da ATM.

O disco articular é uma estrutura que impede que os ossos fiquem diretamente em contato um com o outro, amortecendo o impacto quando você mastiga, fala, boceja ou mexe a mandíbula. O estalo acontece quando o disco se movimenta fora de sincronia, saindo e voltando para o lugar e, assim, produzindo o som característico.

Quando há algum dano na ATM, podem acontecer diversos problemas. Em alguns casos, o paciente pode ter um travamento com a boca aberta, conhecido como luxação da ATM. Isso acontece porque a mandíbula se desloca com o movimento e não consegue voltar para os eixos normais.

Esses danos podem ser provocados por diversos fatores. O hábito de ranger os dentes enquanto dorme (bruxismo), estresse (que faz com que o paciente aperte os dentes e contraia os músculos da face com frequência) e mesmo hábitos mais comuns, como roer as unhas e mascar chiclete podem prejudicar o disco articular e causar uma disfunção de ATM.

Quais são os sintomas das disfunções de ATM?

Além do estalo da mandíbula, as disfunções de ATM podem apresentar diversos outros sintomas. Por exemplo:

  • Dores na face, nos maxilares, especialmente quando se está mastigando;
  • Dores de cabeça;
  • Dores cervicais;
  • Fraturas espontâneas em dentes ou próteses;
  • Dores de ouvido ou problemas de audição, como tamponamento;
  • Cansaço no rosto, causado pelo hábito de ranger ou apertar os dentes; etc.

Esses sintomas, no entanto, não acontecem de uma vez só. A manifestação de cada um vai depender do caso do paciente. Muitas pessoas não sentem qualquer tipo de dor quando têm uma disfunção de ATM. Por isso, consultar um dentista especializado em cirurgia buco-maxilo-facial quando perceber os estalos na mandíbula é a única maneira de confirmar essa condição.

Disfunções de ATM têm solução?

Existem diferentes tipos de tratamento para as disfunções de ATM, que vão depender do tipo de disfunção e do caso de cada paciente. Um dos tratamentos mais comuns é a utilização de uma placa de mordida, feita de material acrílico, para cobrir a arcada dentária. Pacientes que sofrem de bruxismo precisam utilizá-la por mais tempo.

Outros tratamentos possíveis são mais focados nos hábitos do paciente. Exercícios diários de fortalecimento e alongamento dos músculos da face, melhores hábitos de sono, menos estresse, a manutenção de uma boa postura e o consumo de alimentos mais macios podem amenizar o problema.

Tratamentos para diminuir a dor e a inflamação podem ser feitos em consultório, com lasers, ou mesmo em casa, como a aplicação de compressas quentes.

Em casos mais graves, é possível fazer uma cirurgia na ATM. Corrigir problemas nos deslocamentos discais, artrose da ATM e artrite da ATM a partir de um procedimento cirúrgico pode diminuir a dor e o desconforto do paciente. No entanto, a cirurgia só é indicada depois que outros métodos de tratamento forem descartados.

Se você se pergunta porque a mandíbula estala tanto, quando você come, fala ou boceja, pode ser que a resposta seja uma disfunção da ATM. No entanto, esse diagnóstico não pode ser feito com base em achismos: é preciso consultar um profissional.

Marque uma consulta com um cirurgião-dentista, especializado em buco-maxilo-facial, para descobrir porque a mandíbula estala e se há algum problema que precisa ser resolvido com tratamento para evitar que essa condição piore. O acompanhamento médico é a melhor maneira de lidar com as disfunções de ATM.

Quer saber mãos sobre as disfunções de ATM? Saiba mais sobre o tratamento ideal para você!