13 3877-7855 / 11 5054-0401 / Whatsapp: 013 99755 3993

Você lembra qual foi a última vez que visitou um dentista?

Verificar, periodicamente, a saúde dos dentes é fundamental. Os estudos relacionados ao assunto, no entanto, são bastante inconclusivos sobre qual a frequência adequada desta prática.

Em geral, a recomendação dos especialistas e das organizações de saúde é que a visita ao consultório do médico dentista seja feita a cada seis meses — para que se verifique a saúde bucal, e para que sejam realizados os procedimentos básicos necessárias, como é o caso das limpezas. Esse tempo, porém, pode variar de acordo com o caso de cada paciente.      

Pacientes que apresentam algum problema em específico ou, mesmo, que tenham propensão a desenvolver problemas periodontais, por exemplo, podem ser aconselhadas a fazer uma visita ao dentista mais vezes por ano. Outros, que possuem a saúde bucal em dia e estável, podem planejar o retorno conforme a orientação dada pelo médico.

Ou seja, a frequência ideal de visitas ao dentista deve ser adaptada conforme cada situação, de acordo com o quadro individual de saúde bucal de cada paciente. Esse tempo deve ser estabelecido em um diálogo entre paciente e dentista. 

Mais uma vez, para reforçar:na falta dessa avaliação particular, a recomendação das organizações de saúde é a realização de umcheck-up a cada seis meses — até para rever hábitos higiênicos e alimentares.

Os benefícios da visita regular ao dentista

Visitas regulares ao dentista são a forma de prevenir ou identificar a necessidade de tratamentos ortodônticos ou estéticos, bem como da higienização profunda dos dentes e região.

Os exames feitos durante a consulta ajudam a prevenir aqueles problemas bucais comuns, como a cárie, por exemplo, e demais doenças periodontais. Eles também são essenciais para prevenir ou diagnosticar doenças mais graves, como é o caso do câncer de boca.

E, mesmo que o dentista não identifique nenhum problema no momento da avaliação bucal, mesmo que não seja necessário fazer nenhum tipo de limpeza na região, a visita regular ao dentista ainda é útil para que o especialista reforce alguns pontos relacionados à manutenção da saúde bucal — entre eles, hábitos higiênicos, como a escovação correta dos dentes e o uso do fio dental, por exemplo; e, até mesmo, os cuidados com a alimentação que podem ajudar nesse processo. 

No caso das crianças 

No caso das crianças, vale salientar que o recomendado é que a primeira consulta ao dentista seja realizada assim que nascer o primeiro dente de leite. No consultório, o dentista poderá orientar os pais ou responsáveis sobre a melhor forma de proteger e cuidar dos dentes do pequeno, e de quanto em quanto tempo serão necessárias novas consultas para evitar cáries e demais problemas bucais.

Vale lembrar, ainda, que os dentes permanentes ficam mais vulneráveis a cáries logo que nascem. Sendo assim, é importante levar a criança ao dentista com bastante frequência (estabelecida pelo especialista consultado), especialmente entre os seis e oito anos de idade. 

Para orientações mais específicas sobre a frequência adequada das visitas aos dentista, entre em contato com a Oral Face Care e marque uma consulta. Assim, nossos especialistas podem avaliar o seu caso em particular.  

A Oral Face conta com consultórios equipados com o que há de mais moderno no mercado; e com especialistas altamente qualificados — entre eles,o Coordenador da Oral Face Care, em Santos e São Paulo, Prof. Dr. Fued Samir Salmen (CRO38423); e a Odontóloga Dra. Regina Márcia Dau Salmen (CRO36475).

Ainda, para ficar por dentro de mais assuntos como esse de hoje, acompanhe o blog da clínica. Nele, você encontra conteúdos relacionados à saúde bucal, dentes, arcada dentária, mandíbula, esqueleto da face e muito mais!