13 3877-7855 / 11 5054-0401 / Whatsapp: 013 99755 3993

Famosa por ser usada em tratamentos estéticos, você sabia que a Toxina Botulínica – conhecida como Botox – vai muito além das rugas e linhas de expressão?

A substância está presente em diversas indicações dentro da medicina por ser considerada um dos melhores relaxantes musculares que existe. Por causa das suas propriedades, ela pode ser receitada para resolver diversos problemas como hiperidrose, bruxismo, enxaqueca crônica, bexiga neurogênica, vaginismo, bruxismo estrabismo entre outras disfunções.

Confira conosco todos os benefícios dos tratamentos com a toxina botulínica:

O encontro da toxina botulínica com a estética

Nos tratamentos da área estética, a toxina botulínica já é aplicada há mais de 20 anos. Sua utilização para melhorar a aparência da pele faz sucesso nas clínicas de estética, pois ela reduz as rugas da testa, aquele espaço entre as sobrancelhas, pés de galinha e as demais linhas que se formam ao redor dos olhos.

As rugas surgem de diversos fatores, como envelhecimento facial, excesso de exposição solar, tabagismo e etc. Porém, o maior causador das marcas no rosto são os movimentos naturais de contração do músculo, que encolhe a pele deixando as marcas.

É importante ressaltar que a toxina botulínica não preenche as rugas, mas sim, promove o relaxamento dos músculos. Ela também não deixa o rosto diferente (com aspecto de esticado), já que isso só acontece quando a paciente realiza preenchimentos definitivos malfeitos.

E, como ela age? A substância bloqueia a liberação de acetilcolina (molécula neurotransmissora), impedindo que as mensagens do cérebro cheguem até os músculos. Assim, com a aplicação da toxina o músculo não se contrai e não forma as rugas.

Após aplicação a paciente deve ficar até quatro horas sem mexer ou massagear a região onde foi aplicada a toxina, para que ela não se espalhe para os músculos vizinhos.

O efeito da aplicação dura em média seis meses, porém, como ela não tem caráter cumulativo, pode ser reaplicada depois que seus efeitos desaparecerem. Os resultados aparecem em média a partir do terceiro ao sétimo dia após a aplicação;

Uma outra ótima notícia é que o processo é indolor. Como é pouquíssima invasiva, a técnica de aplicação é rápida e indolor. Ela é injetada como uma anestesia, com seringa e agulha finas, diretamente no músculo, agindo de maneira rápida e eficaz.

Vale lembrar que há uma indicação correta para aplicar a toxina, porque nem toda a ruga da face pode ser eliminada com a substância. As marcas ao redor da boca, conhecidas como bigode chinês são eliminadas apenas com preenchimento.

Toxina botulínica: muito além do combate às rugas

O uso da substância teve início na oftalmologia – para paralisar contrações involuntárias das pálpebras – mas, atualmente, a toxina botulínica é utilizada também na ortopedia, urologia, nas questões neurológicas, de suor excessivo, entre outras.  

Ela é indicada para quase todas as pessoas, sendo contraindicada apenas para mulheres grávidas, para quem sofre com alguma infecção ou para quem é alérgico aos seus componentes. Entre as patologias tratadas com a toxina botulínica estão:

Estrabismo

Melhora o alinhamento ocular sem necessidade de intervenção cirúrgica. A toxina atua diretamente no músculo extraocular levando ao relaxamento do músculo que está funcionando demais  e os olhos se alinham.

Hiperidrose

Controla a transpiração em excesso. A substância age nas glândulas sudoríparas, reduzindo a produção de suor. Se o procedimento for realizado na axila, um creme anestésico resolve. Nos pés e mãos, em geral, utiliza-se anestesia local.

Bexiga neurogênica

Melhora a capacidade do armazenamento da bexiga. A toxina é aplicada diretamente no músculo da bexiga, aliviando as contrações para restabelecer a função normal do órgão.

Enxaqueca crônica

Promove o relaxamento muscular e impede a liberação de neurotransmissores relacionados à dor.  A toxina combate a substância chamada CGR que causa a dor crônica e inflamação do córtex cerebral.  

Blefaroespasmo

Controla os movimentos involuntários das pálpebras. A substância é aplicada nos músculos ao redor dos olhos que são afetados. O tratamento deve ser realizado com especialista em doenças palpebrais.

Bruxismo

A aplicação alivia a força excessiva que a pessoa realiza quando fecha a boca ou range os dentes – processo que pode resultar na DTM. O resultado aparece depois de duas a três semanas e dura por volta de 4 a 6 meses.

Espasmo hemifacial

O medicamento relaxa as fibras musculares e controla os movimentos involuntários de um só lado da face. São injetados em diferentes pontos da face quantidades ideais de toxina.

Espasticidade

A toxina evita que o músculo se contraia, resultando na espasticidade. Ela não cura a espasticidade, porém ajuda e devolve os movimentos naturais por um bom tempo.

Como todo procedimento, desde que seja realizado por um profissional gabaritado e com experiência, a utilização da toxina botulínica pode ser considerada um tratamento seguro. 

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com os profissionais da Oral Face Care e agende uma consulta!

Acompanhe nosso blog para estar sempre por dentro dos assuntos relacionados à odontologia e estética!