13 3877-7855 / 11 5054-0401 / Whatsapp: 013 99755 3993

Passos cirúrgicos para fixação do implante

Como a Cirurgia é realizada?

A cirurgia é realizada sob anestesia local na própria clínica com o paciente sedado como em qualquer outra cirurgia oral.

É utilizado uma tecnologia própria incluindo motores eletrônicos para realizarmos os passos a seguir. Esses motores controlam a velocidade e o torque do motor (contra-ângulo), assim como a irrigação das brocas para não haver o aquecimento exagerado do osso.

Cada caso apresenta a sua peculiaridade e é por isso que as condições de cada cirurgia poderá sofrer variações.

A seguir mostramos uma simulação básica:

Passo 1: Incisão na gengiva e e retalho mucogengival. Após o leito ser determinado, é realizada a primeira marcação no osso com uma pequena broca penetrando somente na cortical da crista do osso. Na maioria das vezes é utilizado um guia cirúrgico construído previamente para determinar a posição exata da perfuração.

Passo 2: Após a verificação do alinhamento ter sido realizada, é feita a próxima perfuração com uma broca de 2,3 mm, com a profundidade adequada para receber o implante pré-determinado. É utilizado também durante as perfurações alguns tipos de dispositivos para esclarecer dúvidas relacionadas a profundidade do implante, paralelismo, ou sua proximidade com as outras estruturas anatômicas. É possível também realizar uma radiografia nesse momento onde o posicionador está estático.

Passo 3: Uso da broca Piloto para formar o perfil coronal do leito do implante. Uma vez que o alinhamento é verificado, é utilizada a broca de 3,25 mm, para finalizar com uma profundidade e largura ideal para fixar o implante no osso.

Passo 4: Com um conector próprio (handpiece connector), retira-se o implante de sua embalagem encaixando-o no montador que está na sua cabeça, e assim ele é transportado até a boca com o máximo de cautela evitando acidentes. O implante é colocado no leito preparado com uma rotação que varia de 15 a 20 rpm. As roscas do implante são posicionadas abaixo do nível da crista do osso.

Passo 5: Com uma pequena chave o montador que fica na cabeça do implante é removido. É fixado na cabeça do implante um parafuso de proteção, o cover screw ou parafuso de cobertura, para vedar suas roscas internas. Essas roscas internas precisam dessa proteção pois nelas será inserido o parafuso que fixará a prótese posteriormente.

[e-book] Guia Completo – Pré e pós-operatório da cirurgia Ortognática: tudo o que você precisa saber

Clique na imagem para baixar

[e-book] Conheça o perfil do paciente que precisa de Cirurgia Ortognática

Clique na imagem

Categorias

Assine o BLOG